Frase da semana:

"Aquele que aprende de Cristo, esvazia-se do próprio eu [...] e há silêncio na alma." (Ellen Gould White)

domingo, 28 de novembro de 2010

Meditação Diária: "Minhas Três Princesas"

A beleza é enganosa, e a formosura é passageira; 
mas a mulher que teme o Senhor será elogiada. Provérbios 31:30, NVI


Tenho três netinhas adoráveis – Bianca, Kali e Ariyah – e tenho apreciado observá-las crescendo e desenvolvendo personalidades distintas. Tem sido maravilhoso passar tempo com elas, quer na hora das refeições, na igreja, quer durante as brincadeiras. Isso me faz voltar ao tempo em que eu brincava com bonecas (e caminhõezinhos), pulava amarelinha, andava de bicicleta, brincava fantasiada com as amiguinhas, ia à Escola Sabatina e à igreja com a vovó e aproveitava a vida despreocupada de criança.

Uma das coisas que minhas netas mais gostam de fazer é brincar de fantasiar-se. Elas têm vários vestidinhos lindos, sapatos de princesa numa variedade de cores e muitas coroas e tiaras. Mesmo sem se olharem no espelho, sabem que estão bonitas. Seus trajes especiais fazem com que se sintam belas princesas, e ficam na expectativa de que eu e Poppa, o avô, lhes digamos isso. E é claro que dizemos! Quando precisam voltar a vestir-se normalmente, ficam um tanto tristes, pedindo mais tempo para serem princesas e falarem de príncipes, rainhas, reis e reinos. Contudo, mesmo enquanto desfilam suas lindas roupas e se mostram radiantes por fora, suas inclinações naturais para criar caso e brigar se revelam, e as atitudes ficam feias. Afinal, duas meninas em idade pré-escolar e uma no jardim da infância estão sujeitas a derramar lágrimas e a passar por episódios desagradáveis enquanto brincam durante horas – e todas alegando ser a princesa!

Não somos nós exatamente como Bianca, Kali e Ariyah – ansiosas por vestir nosso traje religioso preferido e desfilar para que outros vejam e admirem nossa beleza cristã? Deleitamo-nos em saber que um dia encontraremos nosso Rei; mas, enquanto isso, disposições arrogantes, ásperas ou mesquinhas nos roubam a beleza cristã que deveríamos revelar como princesas, como filhas do Rei. Episódios desagradáveis com amigos, familiares, membros da igreja e colegas acontecem, e aí se perde a nossa influência.

Senhor, desejamos amar e louvar-Te acima de tudo. Ajuda-nos a ser belas por dentro e por fora – um testemunho da Tua bondade. Que Teu Santo Espírito assuma o controle, para que nosso conhecimento, posses, dons, talentos e beleza não nos impeçam de, um dia, ver-Te como nosso Rei.

Um comentário:

  1. FERNANDA LIMA CORREIA DOS SANTOS5 de abril de 2012 19:26

    Meu nome e, FERNANDA tenho 11 anos.Eu adoro as princesas, eu pareço uma criança.as princesas para mim e adoravel. PARABENS AS PRINCESAS.

    ResponderExcluir